Top 10: adolescentes que ganharam muito dinheiro com a internet - Eu Quero Ver Agora

Site de humor,imagens,celebridades,Sexy,curiosidades e muito mais!

Breaking

Home Top Ad

Post Top Ad

domingo, 28 de abril de 2013

Top 10: adolescentes que ganharam muito dinheiro com a internet


A internet possibilitou que jovens com ideias revolucionárias fizessem fortuna antes de completarem seus 30 anos. Mark Zuckerberg e seu Facebook são um dos exemplos destes milionários. Porém, há na história casos de pessoas que, com menos de 18 anos, ganharam muito, muito dinheiro graças à internet. Nesse Top 10, você confere algumas dessas histórias.


1. Harli Jordean
O londrino se tornou milionário em 2011, aos oito anos, após abrir uma loja virtual especializada em vender bolinhas de gude, a "Marble King". O garoto decidiu começar o negócio após ter sua coleção roubada por crianças mais velhas e, ao tentar comprar novas bolinhas pela internet, viu que não existiam tantas opções de sites que vendessem o produto. Após pedir permissão para seus pais, Harli iniciou seu empreendimento e hoje tem pedidos de vários lugares do mundo.




2. Nick D'Aloisio
Com 17 anos, o jovem inglês vendeu seu aplicativo Summly para o Yahoo em 2013 – estima-se que a empresa tenha pago US$ 30 milhões (cerca de R$ 60 milhões) ao adolescente. "Se você tem uma boa ideia, ou acha que existe espaço no mercado, vá lá e lance [seu projeto]", aconselhou o criador do programa para leitura de resumos de notícias em telefones celulares. Com a venda, virou funcionário o Yahoo em Londres. 



3. Ashley Qualls
A garota tinha 14 anos em 2004, quando pegou emprestado US$ 8 (cerca de R$ 16) de sua mãe e criou o site "WhateverLife", que fornecia layouts para MySpace e tutoriais de HTML. Com o sucesso, Ashley largou a escola e em menos de dois anos chegou a arrecadar US$ 70 mil (R$ 140 mil) por mês com publicidade. A plataforma recebeu vários tipos de propostas (inclusive a oferta de um carro, à sua escolha), mas a garota se recusa a vendê-lo.


4. Edgar Nogueira
O único brasileiro deste Top 10 fundou o site de buscas "Aonde" em 1997, quando tinha 14 anos. Seu investimento inicial foi de R$ 150 e, após dois anos, o buscador chegou a valer R$ 10 milhões. Ele recebia, em média, quatro milhões de visitantes por mês. Edgar não quis vender seu empreendimento enquanto ainda estava dando lucro e acabou perdendo mercado para outros portais de busca maiores, como o Google e o Yahoo!.


5. Juliette Brindak 
A garota começou seu empreendimento com 10 anos, em 2001, quando teve a ideia de criar um site feito por e para meninas. O "Miss O and Friends" é um espaço no qual as garotas podem trocar ideias, jogar, fazer testes, entre outras coisas particularmente femininas. O site é visitado principalmente por garotas de 8 a 12 anos. Aos 16 anos, Juliette escreveu um livro focado no universo feminino juvenil. Hoje sua página, estima-se, vale mais de US$ 15 milhões.


6. Catherine Cook
Em 2005, aos 15 anos, a garota convenceu seu irmão mais velho criar uma versão online para o livro escolar anual, algo muito comum nos Estados Unidos. No primeiro ano do "myYearbook", mais de 950 mil usuários se cadastraram. Em cinco anos, o site valia cerca de US$ 10 milhões (R$ 20 milhões). A rede social é uma mistura de Facebook com Friends Reunited e é voltado principalmente para adolescentes abaixo dos 18 anos. 


7. Milun Tesovic O canadense, aos 16 anos, teve a ideia de criar um site que reunisse as letras de suas músicas favoritas. Isso foi em 2001. Dois anos depois, o projeto se tornou uma empresa, a "MetroLyrics". O site recebe cerca de 50 milhões de visitantes por mês e é um dos seis mais populares na categoria de música. Sua renda vem principalmente de publicidade. Milun chegou a fazer seu primeiro milhão de dólares com site e vendeu seu empreendimento anos depois para a CBS.


8. Sean Belnick 
Em 2001, com 14 anos, o americano se trancou no quarto por três dias e saiu de lá com a ideia de montar o "BizChair". Com US$ 500 (cerca de R$ 1.000) fornecidos pelo padrasto, o garoto criou uma loja virtual especializada em vender móveis de escritórios, que também eram feitos pelo padrasto. Hoje, a empresa tem faturamento anual de mais de U$ 55 milhões (cerca de R$ 110 milhões). Estima-se que o garoto acumule uma fortuna de US$ 42 milhões (cerca de R$ 84 milhões).


9. Cameron Johnson Aos 12 anos, o americano montou seu primeiro empreendimento ao comprar e revender pelúcias pela internet. O ano era 2002. Entretanto, o que lhe rendeu dinheiro graúdo foi a criação do Surfingprizes.com, um software de pop-ups, que jogava peças de publicidade no navegador das pessoas. Após fazer algumas parcerias com sites de anúncios, seu empreendimento prosperou. Por fim, ele vendeu a empresa e aos 15 anos alcançou seu primeiro milhão de dólares.

10. Ben Casnocha 
Aos 14 anos, em 2002, fundou a "Comcate", empresa que desenvolve softwares com o intuito de auxiliar os governos de comunidades locais a resolver as queixas de seus cidadãos. Três anos depois, o garoto era um dos 25 empreendedores com menos de 25 anos mais bem sucedidos. Quando terminou o colegial, Ben passou um ano viajando e escrevendo um livro sobre suas experiências. Hoje ele é o CEO da empresa e recebe, em média, US$ 750 mil por ano (cerca de R$ 1,5 milhão).


Análise do blogueiro:
1. O primeiro parece o Cirilo
2. O brasileiro fez brasileirice em vez de vender quando tava bem valorizado, não. 
Esperou ser desvalorizado -.-
3. Vou largar os estudos HSUAHSUAHSAUH



Post Bottom Ad

Pages

Histats.com © 2005-2018 - GDPR: tracker policy -Integrate your policy - this website policy - Check/do opt-out