O verão acabou no Hemisfério Sul mas, num país tropical como o nosso, há muitos lugares quentes, e a praia é sempre uma ótima opção de viagem. Mas, se você não se limita ao litoral brasileiro e curte um clima naturista, conheça estas 15 praias de nudismo espalhadas por aí e escolha seu próximo destino para curtir o sol do jeito que você veio ao mundo.

Wikipedia
Wikipedia

1

Praia Backer, em São Francisco, Califórnia, EUA

Localizada no Oceano Pacífico, a cerca de um quilômetro da ponte Golden Gate de São Francisco, Baker Beach fazia parte da base militar do presídio de São Francisco antes de virar Parque Nacional. A incidência de tubarões nas águas de Baker Beach é bastante grande
Reprodução/Panoramio/Paul Borger
Reprodução/Panoramio/Paul Borger

2

Praia de Bellevue, em Klampenborg, na Dinamarca

Na Dinamarca, o naturismo é praticamente liberado em quase todas as praias. Os lugares onde a prática é proibida são muito bem sinalizados. Bellevue é point dos jovens dinamarqueses durante o verão e tem locais apenas para topless e outros para nudismo. Mas, se você procura por descanso, este não é o melhor destino. As badaladas festas têm música alta, que podem atrapalhar seu relaxamento
Reprodução/Spain Holiday
Reprodução/Spain Holiday

3

Cabo de Gata, em Almería, na Espanha

A Espanha também tem o nudismo liberado na maior parte de suas praias e um dos locais mais frequentados pelos naturistas é a praia de Cabo de Gata, de água azul transparente do mar Mediterrâneo rodeada pelo cinza de lavas vulcânicas formadas há milhares de anos
Reprodução/Super Cool Beaches
Reprodução/Super Cool Beaches

4

Grande Salina, em São Bartolomeu, no Caribe

É uma praia praticamente deserta, de água azul transparente, sem infraestrutura turística, frequentada por praticantes do nudismo ou de topless
Reprodução/Book Mallorca
Reprodução/Book Mallorca

5

Es Trenc, em Maiorca, na Espanha

A praia é muito badalada durante os meses de verão, mas a área central, destinada ao nudismo, desfruta de maior privacidade pela falta de acesso a veículos motorizados. Suas águas rasas são ideais para o relaxamento de quem procura um maior contato com a natureza, mas os restaurantes e estacionamentos têm preços elevados
Reprodução/Cinque Terre, Italia
Reprodução/Cinque Terre, Italia

6

Praia de Guvano, na Corniglia, Itália

Distante das praias badaladas da Riviera italiana, escondida atrás das montanhas de Cinque Terre, este paraíso tem difícil acesso a pé por uma região montanhosa. Mas a recompensa é gratificante: a praia tem poucos turistas (a maior parte dos frequentadores é formada pelos próprios italianos) e a água do Mediterrâneo tem uma temperatura muito agradável
Reprodução/Flickr@IeGuik
Reprodução/Flickr@IeGuik

7

Praia do Samurai, em Port Stephens, na Austrália

Localizada ao lado do Parque Nacional de Tomaree, a pouco mais de duas horas de Sydney, a praia do Samurai atrai surfistas, por suas ondas, naturistas e animais, como tubarões, que já foram flagrados nadando perto dos banhistas
Reprodução/Panoramio/Edwin van der Vliet
Reprodução/Panoramio/Edwin van der Vliet

8

Acampamento Naturista Valalta, em Rovinj, na Croácia

Criado no final dos anos 60, o acampamento se estende pela costa norte de Rovinj e tem um serviço completo para os turistas que visitam o local. Os destaques são um bar aquático, onde se pode desfrutar de coquetéis e cervejas especiais, além do toboágua na piscina e, é claro, todo mundo nu
Reprodução/The Squeeze
Reprodução/The Squeeze

9

Praia Luna, Valparaíso, Chile

Considerada uma das melhores praias de nudismo do mundo, a Praia Luna, como a maioria das praias de nudismo, não tem acesso fácil - para chegar é necessário caminhar cerca de 20 minutos a partir de Horcón
Wikipedia
Wikipedia

10

Praia Maslin, na Austrália

Localizada a 45 quilômetros de Adelaide, é na praia de Maslin, na Austrália, que acontecem anualmente as Olimpíadas Nuas da Maslin Beach, competições informais como corrida de três pernas e um concurso que elege a melhor bunda
Reprodução/olhares.sapo.pt
Reprodução/olhares.sapo.pt

11

Praia Olho de Boi, em Búzios (RJ), Brasil

É uma pequena praia escondida, na cidade de Búzios, que é alcançada por uma trilha de meia hora. A trilha é compensada por uma praia de mar azul, águas transparentes, formações rochosas e natureza exuberante
Reprodução/Panoramio/Loreno Ritt
Reprodução/Panoramio/Loreno Ritt

12

Praia do Pinho, Balneário Camboriú (SC), Brasil

A cerca de 50 quilômetros de Florianópolis, a praia do Pinho foi a primeira praia oficial de naturismo do Brasil, oficializada em 1986. Homens desacompanhados não são permitidos na praia, a menos que sejam membros da Federação Internacional Naturista
Reprodução/Travelwings.com
Reprodução/Travelwings.com

13

Praia de Tahiti, em St. Tropez, na França

A Riviera Francesa é famosa por suas praias frequentadas por famosos, e a praia de nudismo não é diferente. Seja discreto e deixe sua filmadora no quarto do hotel, mas fique de olhos bem abertos porque, entre os visitantes da praia, pode estar alguma beldade das telonas nua, bem na sua frente
Reprodução/Greece Holiday Guide
Reprodução/Greece Holiday Guide

14

Praia Vermelha, em Creta, na Grécia

A praia Vermelha ganhou esse nome pela presença das falésias de arenito avermelhada. Durante a alta temporada, os turistas invadem a praia, muitos não adeptos do nudismo. Por isso, se você quiser visitar a praia e ficar à vontade, vá fora da temporada. Uma dica importante é levar uma toalha porque a areia da praia tem grandes grãos e pode machucar
Reprodução/wreckbeach.org
Reprodução/wreckbeach.org

15

Praia Wreck, Vancouver, no Canadá

Wreck é a mais antiga praia de nudismo do Canadá e, pela falta de acesso por rodovia, a praia não é muito frequentada por turistas. Lá, até os vendedores andam nus, apesar de o clima não ser dos mais quentes, afinal, ela fica no Canadá...

Extra

Reprodução/YouTube
Reprodução/YouTube

Praia de Tambaba, na Paraíba

E, atendendo a pedidos de internautas, incluímos a Praia de Tambaba, na Paraíba, a cerca de 30 km de João Pessoa, uma das mais famosas praias a permitir o naturismo no Brasil. A praia é dividida em duas partes: uma para turistas em geral e outra onde só é permitido o acesso de quem estiver nu.